Dispositivos Móveis & Redes


Quando você faz ligações com seu telefone celular, ele emite ondas de rádio (também conhecidas como radiofrequência ou energia 'RF') que são transmitidas à estação base mais próxima. Uma estação base consiste em um ou mais transmissores e receptores de rádio, bem como antenas de rádio, que se comunicam com telefones celulares individuais da região. Uma vez que a estação base recebe as ondas de rádio de um telefone celular, ela as encaminha para outro ponto (chamado 'switch') que, em seguida, encaminha a chamada para outra estação base ou para a rede fixa, dependendo do tipo de chamada sendo feita. As estações base têm dois fatores limitantes - um é a capacidade de chamadas que podem suportar e o outro é a área geográfica que podem cobrir. Para superar essas limitações, as estações base são localizadas em áreas estratégicas, conhecidas como 'células'. As estações base, quando localizadas corretamente, permitem que a radiofrequência disponível seja reutilizada em outras células, possibilitando, assim, que a rede suporte muito mais chamadas. Isso também significa que a estação base deve operar a baixos níveis de potência, para que não interfira com outras estações base da região. Análises comparativas de dados de pesquisas de medição de estações base têm mostrado que, independentemente do país, do ano e da tecnologia móvel, os campos de RF no nível do solo eram apenas uma pequena fração das recomendações internacionais sobre exposição humana à RF. É importante ressaltar que não houve aumento significativo em níveis típicos medidos desde a introdução dos serviços 3G, e que os níveis ambientais têm permanecido essencialmente constantes, apesar do aumento do número de estações base e da implatação de tecnologias móveis adicionais. Para mais informações, faça o download do documento International Comparison of Base Station Exposure Levels